Declarar aposentadoria exige atenção a riscos da malha fina

Declarar aposentadoria exige atenção a riscos da malha fina

Descuidos na hora de declarar o Imposto de Renda levam o contribuinte à Malha Fina e, no mínimo, a ter que esperar mais tempo para receber a restituição. Aposentados devem redobrar a atenção às regras específicas para eles, pois, apesar de trazerem vantagens, podem causar confusão na hora de prestar contas ao fisco.

O principal a ser considerado pelo aposentado é que, a declaração do IR é obrigatória caso ele tenha recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano passado. Isso é equivalente a um salário de R$ 2.379,98, sem considerar o valor do 13º pagamento.

Para quem teve o rendimento tributável menor ou reduzido para menos de R$ 28.559,70 após do desconto da parcela isenta –nesse caso, válida para aposentados acima de 65 anos–, a declaração não é obrigatória. Mas aí vai uma dica importante: a declaração pode valer a pena se o aposentado teve imposto retido na fonte. É que, nesse caso, prestar contas à Receita pode resultar em restituição.

Para não a declaração barrada pela Receita, é fundamental não deixar de informar nenhum rendimento além da aposentadoria. A omissão de renda, incluindo a de dependentes, foi o principal motivo de erros nas declarações entregues em 2017. Mais de 500 mil contribuintes cometeram esta falha no ano passado.

O aposentado que já passou dos 60 anos tem outra vantagem: ele deve ser incluído nos dois primeiros lotes da restituição, conforme previsto pelo Estatuto do Idoso. Mas esse benefício só será garantido se o segurado não cair na malha fina.

 

Como informar benefícios à Receita

O primeiro passo é obter o informe de rendimentos do INSS no site www.meu.inss.gov.br ou em www.extratoir.inss.gov.br. O informe também pode ser solicitado pessoalmente no posto do INSS.

Será preciso detalhar o valor que aparece na linha “Total de Rendimentos” (na tabela 3 do extrato do INSS), o IR retido na fonte (que aparece na linha 5 da mesma tabela) e o valor do 13º e o imposto retido (que estão na tabela 5 do extrato do INSS).

 

Fonte: Jornal Agora

 

MPA Advogados Associados

Campinas: Rua Conceição, 233, sala 1310 – Centro

Cosmópolis: Rua João Aranha, 636 – Centro

Contato: (19) 3236-3468 | (19) 3512-8234 | contato@advocaciampa.adv.br

www.advocaciampa.adv.br

No Comments

Post A Comment

× Como posso te ajudar?